e21 no Hack Town – Festival de tecnologia e Inovação

No mês de setembro, nosso Diretor de Planejamento, Alexandre Laybauer participou do Hack Town, que é um festival de inovação e criatividade, que reuniu mais de 300 palestras, shows e workshops, que aconteceram simultaneamente na cidade de Santa Rita do Sapucaí, no sul de Minas Gerais.

O Alexandre achou o evento super bacana e nos contou aqui como foi participar dele.

Como foi participar de um evento de inovação, criatividade e tecnologia como Hack Town?

O Hack Town é um evento aos moldes do SXWS – é uma série de diferentes palestras acontecendo ao mesmo tempo e em diferentes lugares. Assim, cada pessoa que vai ao evento ganha o poder de decidir onde vai e em qual palestra irá participar. Então, ao decidir as suas palestras, cada pessoa cria o seu próprio evento. A minha participação certamente foi muito diferente dos meus colegas que também participaram. Essa é uma das características mais interessantes e marcantes do evento.
Outro ponto interessante é a interação entre as pessoas que vão ao evento e com a cidade. Pelo fato de as palestras serem em diferentes lugares da cidade, as pessoas precisam se deslocar entre o ginásio da escola e a padaria do centro da cidade, por exemplo. Santa Rita do Sapucaí é uma cidade muito pequena, o que possibilita fazer esse deslocamento sem muito problema. No entanto, isso incentiva a interação com a cidade, com seus espaços e pessoas. Além de possibilitar o envolvimento entre os visitantes – um ajudando o outro a se localizar, a trocar dicas de palestras e até mesmo encontrar palestrantes passeando pela cidade.

Qual foi a palestra/assunto que mais te interessou e porque?

O Hack Town tem o seu core mais ligado à tecnologia e inovação. Não há dúvida de que as melhores palestras estão ligadas a esses assuntos. Lá estão pessoas que tem alto conhecimento e são autoridade em assuntos como Blockchain, Internet das Coisas, Inteligência Artificial. Sempre é muito interessante escutar pessoas que realmente conhecem esses assuntos. É claro que há outros assuntos tão interessantes: criatividade, comunicação, cultura. E a riqueza do evento está em ligar diferentes assuntos e fazer conexões.

Tu considera que o evento tenha te agregado como profissional?

Não há dúvida de que o evento é incrível e agrega muito para quem participa – é uma experiência em si. A interação com a cidade, com as pessoas, o contato com assuntos diferentes e profundos. Em tempos em que acesso a conteúdos não é mais problema, o benefício do evento está em criar um ambiente de conexões. E isso o evento faz muito bem!

—